O e-commerce brasileiro está amadurecendo e já faz parte da rotina de milhões de brasileiros. Segundo a pesquisa “O E-commerce no Brasil”, feito pela Ebit | Nielsen, o crescimento de pedidos feitos pelo celular aumentou em 41%. Em três anos, o chamado m-commerce triplicou de tamanho.

Ainda de acordo com o levantamento, 58 milhões de consumidores fizeram, pelo menos, uma compra online em 2018. Destes, 10 milhões realizavam a transação pela primeira vez.

Os brasileiros também se mostraram mais encorajados a comprar quando anunciados frete grátis (50%) e devolução do dinheiro (56%).

Comparando com a rota global do e-commerce, o Brasil já se encontra no penúltimo nível de consumo: Bens Não-Duráveis.

É o momento em que os consumidores compram, cada vez mais, produtos de giro rápido no universo online, com destaque para: Perfumaria & Cosméticos, Fraldas, Remédios, Pet Care, Bebidas e Alimentos Não-Perecíveis.

O brasileiro comprou menos no exterior em 2018. Com a alta do dólar, os gastos em sites internacionais diminuíram 22% versus o ano anterior.

Outro dado importante do estudo mostra que 67% dos consumidores frequentam mais varejistas com programas de fidelidade.

Alimentação

O uso de aplicativos no ramo alimentício também já faz parte do dia a dia dos brasileiros. Segundo a pesquisa, 65% deles já pediram comida usando algum aplicativo, 72% afirmam que as avaliações da loja influenciam na sua decisão de compra, e 75% alegam que as ilustrações do produto influenciam na decisão de compra.