Criar um site do zero pode ser muito mais fácil do que você imagina. Hoje existem diversas soluções e ferramentas prontas para publicar um site na internet e começar sua presença online. Mas se você ainda se pergunta “por que devo ter um site?”, aqui vão alguns motivos interessantes:

  • O Brasil é o 4º país mais conectado do mundo, segundo a UNCTAD
  • Mais de 50% da população com mais de 10 anos já está na internet
  • Sua empresa fica “aberta” 24 horas por dia
  • Você expande sua marca local para o mundo
  • Você aprende mais sobre o comportamento do seu consumidor
  • Seus concorrentes já estão online
  • TV, rádio e jornal impresso já eram!
  • Dá para criar um site profissional sem ser programador
  • Você pode conectar suas mídias sociais ao seu site
  • Você não fica 100% na mão dos marketplaces

Veja abaixo 4 passos simples para você criar um site do zero:

Encontre o melhor plano de hospedagem para seu site

Encontrar uma empresa de hospedagem de sites é o primeiro passo para começar sua presença online.  

Imagine que você vai escolher um local para morar. Neste caso, a empresa de hospedagem será a sua casa (ou apartamento), o servidor será o seu terreno e o criador de sites ou WordPress são os materiais para construir seu novo lar. Ah, e o seu site, claro, é a mobília e também a decoração que vai deixar o ambiente “com a sua cara”.

Então, se você é como eu, vai querer encontrar um lugar seguro (como Florianópolis?) para morar… Quer dizer, hospedar seu site. Então, aqui embaixo vão algumas dicas importantes para escolher um plano de hospedagem de sites:

  • Recursos compatíveis com seu site: Defina o objetivo do seu site: você quer criar um blog, um site pessoal ou uma loja virtual que precisa integrar com vários sistemas? Assim você consegue escolher o plano de hospedagem com os recursos certos (espaço de armazenamento, número de contas de e-mail, SSL, etc) para seu projeto.
  • Segurança e tempo de disponibilidade: Ao escolher uma hospedagem de sites preste atenção às regras e métodos de segurança seguidos pela empresa. Confirme se os servidores são monitorados de forma contínua e se a infraestrutura é de qualidade. Isso vai te ajudar a garantir que seu site não caia, nem enfrente lentidões indesejadas.
  • Atendimento 24: Imagina ter um problema no seu site em plena madrugada da Black Friday e não conseguir ser atendido pela empresa de hospedagem? Por isso, é importante contar com suporte 24 horas por dia, 7 dias da semana e em português.
  • Construtor ou Ferramentas para criar sites: Seja um Criador de Sites super fácil de usar, seja uma ferramenta flexível como WordPress, verifique qual é a melhor opção para criar seu site.
  • Painel de controle fácil: Um dos painéis mais usados do mundo por conta de sua facilidade e qualidade é o cPanel. Ele permite controlar todos os recursos da sua hospedagem, criar contas de e-mail, gerenciar domínios, instalar aplicações
  • Vale a pena dar uma olhada em todas as funcionalidades que ele oferece.
  • Certificado SSL, anti-spam e outros: Contar com ferramentas de segurança como o SSL para criptografar dados que circulam entre seu site e seus visitantes ou soluções anti-spam também é altamente recomendado, principalmente se o seu site for uma loja virtual. Verifique as opções com o seu provedor.

Faça o Registro de Domínio

Com a Hospedagem de sites você tem tudo para criar seu site. Inclusive, a maioria dos planos já incluem o registro de domínio grátis por 1 ano. Mas qual a diferença entre o domínio e a hospedagem?

É fácil entender. Enquanto a hospedagem é “a casa” onde você armazena seus pertences (os arquivos de texto, vídeo e imagem do seu site), o domínio funciona como o endereço para seus visitantes te encontrarem na internet. Quanto mais fácil e simples este endereço for, melhor. Veja algumas dicas práticas:

  1. Escolha a extensão/ terminação correta (exemplos: ‘.com.br’, ‘.sampa.br’, ‘.org’, etc)
  2. Se puder, registre mais de uma extensão para proteger sua marca e evitar que outros a roubem (exemplo: lojadocaio.com.br e lojadocaio.net.br)
  3. Escolha um endereço (URL) curto (de preferência que tenha até 26 caracteres)
  4. Evite abreviaturas, hífens e outros elementos

Assim que escolher o domínio e fizer o pagamento na empresa de hospedagem, você recebe um e-mail da empresa registrante. Depois disso, valida suas informações de contato e seu endereço se torna ativo.

Escolher um bom construtor de sites

Não basta escolher a sua hospedagem e registrar o seu domínio. Agora vem a parte que realmente interessa: colocar seu site no ar! Para criar seu site você precisa entender qual é a melhor ferramenta para você trabalhar.

Se você tem pouco ou nenhum conhecimento em programação e design, o mais recomendado é optar por um Criador de Sites simples e fácil. Dá até para gerar um site em minutos a partir de uma página do Facebook. Esta solução é bastante eficiente. Já tem um banco de imagens e permite personalizar imagens, vídeos, mapas, botões e muito mais com apenas alguns cliques.

Por outro lado, se você tem um pouco mais de conhecimento em programação e procura uma plataforma mais flexível e com opções avançadas de customização, você pode instalar o WordPress e usar plugins no seu site.

Os plugins são componentes que adicionam funcionalidades específicas a um site. Alguns exemplos de plugins são o YOAST SEO. Ele identifica pontos de melhoria no título, meta-descrição e a quantidade de palavras-chave usadas nos posts de blog ou o Disqus, sistema de comentários e integração com as redes sociais.

Hora de publicar e divulgar seu site

Depois que publicar seu site, não pense que o trabalho terminou, viu? Quanto mais estratégias você criar para divulgar seu site, mais chances você terá de alcançar seu público.

Vale usar as redes sociais, aprender sobre técnicas básicas de SEO (Search Engine Optimization), links patrocinados, blog e o que mais estiver ao seu alcance.

Esta é uma tendência mundial. Estima-se que os investimentos em marketing digital no mundo superem os de mídia tradicionais como TV e rádio, alcançando US$103 bilhões, segundo a Forrester Research. Mas não se assuste, o importante é começar de algum lugar e escalar seu negócio no seu ritmo.

Lembre-se: começar sua presença online é apenas o primeiro passo. Afinal, na internet ou no mundo real, quem fará o sucesso acontecer é você.